Bom dia a todos. O tema de hoje é: “Agradar a Deus.”
Quando analisamos com calma o que aconteceu com os apóstolos, descobrimos que eles permitiram que Deus os provasse em sua integridade e intenções.
Cada um de nós precisa de um senso de valor para atuar. Muitas vezes procuramos essa valor acumulando bens, por meio de realizações ou das opiniões positivas que os outros expressam sobre nós.
Devemos nos lembrar porém, que essas fontes de autoestima são frágeis e transitórias. A verdadeira e duradoura autoestima é encontrada apenas e tão somente no Evangelho de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
“Pois nossa exortação não tem origem no erro nem em motivos impuros, nem temos intenção de enganá-los; pelo contrário, como homens aprovados por Deus, a ponto de nos ter sido confiado por ele o evangelho, não falamos para agradar a pessoas, mas a Deus, que prova os nossos corações. Vocês bem sabem a nossa linguagem nunca foi de bajulação nem de pretexto para ganância; Deus é testemunha. Nem buscamos reconhecimento humano, quer de vocês quer de outros.” 1 Tessalonicenses 2:3-6.
O conceito de bajulação é muito frágil do ponto de vista do evangelho. Paulo não estava preocupado com o que pensavam dele e nem mesmo com dinheiro.
A única motivação que realmente importa para o verdadeiro ministro do evangelho é Agradar a Deus.
Trabalhemos por isso ministros do Senhor!
Tenham todos um ótimo dia.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário