Bom dia a todos. O tema de hoje é: “Andar no Espírito”.
Andar é uma metáfora do Antigo Testamento. Significa a maneira como a pessoa procede, ou se comporta. Paulo usou a metáfora para descrever o tipo de conduta que deve caracterizar a vida cristã.
Provavelmente pelo fato de que os cristãos primitivos, antes de serem chamados cristãos, eram conhecidos como seguidores do “Caminho” (João 14:6; Atos 22:4 e 24:14).
A ideia básica aqui é que naquele tempo cria-se que o cristianismo era não apenas um conjunto de crenças teológicas centralizadas em Jesus, mas era também um “caminho” de vida a ser percorrido.
Todavia, o conceito de Paulo de “Andar no Espírito”, vai mais além. “Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito”. Gálatas 5:25.
Andar e viver no Espírito tem o significado de praticar o “Fruto do Espírito”, que segundo Paulo ser reproduz em: “Amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio”. Gálatas 5:22-23.
A conduta cristã do Novo Testamento é diferente da conduta cristã do Antigo Testamento. A conduta rabínica, portanto do Antigo Testamento era de “andar na lei”, ao passo que a conduta do Novo Testamento, segundo Paulo é “andar no Espírito”.
Agora vejamos o seguinte: andar no Espírito não significa que devemos desprezar a lei de Deus. Andar no Espírito deixa para trás a forma legalista de viver. A obediência genuína que Deus deseja nunca poderá ser alcançada por obrigação exterior, mas apenas pela motivação produzida pelo Espírito de Deus.
Tenham todos um ótimo dia.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário