5. Trombetas – Levítico 23:23-25
Resumo dos anteriores.
Páscoa, livramento dos primogênitos, morte de Cristo.
Pães asmos, saída apressada do Egito, sepultamento de Cristo.
Primícias, os primeiros frutos para o Senhor, ressurreição de Cristo.
Pentecostes, festa das colheitas, descida do Espírito Santo, Deus aceitou o sacrifício de Jesus.
Vamos à Palavra de Deus.
Levítico 23:23-25. “Disse mais o Senhor a Moisés: Fala aos filhos de Israel, dizendo: No mês sétimo, ao primeiro do mês, tereis descanso solene, memorial, com sonidos de trombetas, santa convocação. Nenhuma obra servil fareis, mas trareis oferta queimada ao Senhor”.
Passamos já quatro festas, estamos na festa das trombetas.
Significa o anúncio do juízo. Pregação da segunda vinda.
Dia 1o. do Sétimo Mês, mês de Tisri. Setembro-Outubro.
Curiosidade: O toque do Shofar era utilizado em ocasiões solenes, como guerra e juízo. Ele anunciava a proximidade do Dia da Expiação, de forma que os dez dias entre as trombetas e a expiação eram dedicados à confissão de pecados e à consagração.
A quinta festa bíblica instituída por Deus. No primeiro dia do mês Tishri, data que marca também o Rosh-Hashanah, o dia do ano novo hebraico.
As instruções para celebrar uma festa neste dia, marcada pelos toques das trombetas, shofares em hebraico, está em Levítico 23:23-25.
O shofar não é somente tocado nesta festa, ele acompanha todas as festas bíblicas. Trata-se de um instrumento profético que simboliza tremendas verdades espirituais.
O toque do shofar simboliza, primeiro, a provisão de Deus. Conforme Gênesis 22:13, foi justamente um carneiro preso pelos chifres num arbusto que Deus proveu para morrer no lugar de Isaque, filho de Abraão. Esta provisão levou Abraão a chamar aquele lugar de Javé-Jireh. Todas as vezes que se toca um shofar, anuncia-se a bondade de Deus, que proveu Jesus Cristo para morrer em nosso lugar.
Em segundo lugar, simboliza o socorro sobrenatural de Deus. Em Números 10:9, o Senhor determinou: Quando em sua terra vocês entrarem em guerra contra um adversário que os esteja oprimindo, toque os shofares; e o Senhor, o Deus de vocês, se lembrará de vocês e os libertará dos seus inimigos. O verso 10 deste mesmo texto acrescenta a necessidade de tocar shofares também nas festas e celebrações a Deus.
Além disto, o toque do shofar também anuncia a volta do Messias, Jesus Cristo. Basta observar a revelação dada pelo Senhor em Mateus 24:31, onde Ele anuncia que no dia da Sua volta triunfal, os anjos tocarão shofares. O apóstolo Paulo, ao ensinar os Tessalonicenses acerca da volta de Cristo, avisou que shofares celestiais anunciarão o exato instante do retorno do Senhor, 1 Tessalonicenses 4:16.
A festa das trombetas marca o primeiro dia de um mês muito especial no ano hebraico. No 10o. dia após a Festa das Trombetas ocorre o dia do Yom Kippur, o dia do perdão, ou Dia da Expiação, Levítico 23:26. No 15o. dia deste mesmo mês, é a vez da última das sete festas bíblicas, o Sucôt, a Festa dos Tabernáculos, Levítico 23:33.
No Novo Testamento: “Então, os sete anjos que tinham as sete trombetas prepararam-se para tocar”. Apocalipse 8:6.
O que representam as 7 trombetas?
Anúncio da proximidade do Juízo. Ligação com as 7 pragas.
A pregação da volta de Jesus. Guilherme Muller, 1831-1844, pregou a volta de Jesus.
Outros pregadores, em outras partes do mundo pregaram a volta de Jesus.
Manuel Lacunza, Jesuíta Chileno, escreveu o Livro: A Vinda do Messias em Glória e Majestade. Século 18.
João e o livrinho doce/amargo.
Apocalipse 10:11. A certidão de nascimento da IASD.
Sinais no céu.
Apocalipse 14:6-12.
As 3 Mensagens Angélicas.
Hora do Juízo. 3 Fases…
Queda de Babilônia.
Adoração à Besta.
Uma das mais preciosas promessas:
João 14:1-3.

Pastor Stina
Pastor Sênior da IASD do UNASP SP
04/05/16

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário