Bom dia a todos. O tema de hoje é: “O Amor de Deus.”
O livro do Gênesis mostra desde o início que o romance devia ser uma parte fundamental da experiência humana. Um homem com uma mulher, ponto final. Esse era o ideal de Deus, o modelo bíblico que exemplificava o que o amor romântico devia ser.
É impressionante notar como a Bíblia usa a imagem do amor, do casamento, do romantismo, para descrever o tipo de relacionamento de amor que Deus busca ter com o Seu povo.
Nada dever ser mais íntimo que o relacionamento entre um homem e uma mulher, exceto o relacionamento individual com Deus.
Em Êxodo 20:5, vemos como Deus expressa “ciúmes” a respeito de Seu povo: “Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.”
Deus é um Ser Pessoal e com profundo afeto pela família humana. Deus nos ama, e como qualquer amante, Deus sofre por causa de nossa infidelidade.
Veja mais algumas declarações do amor de Deus: “Visto que foste precioso aos meus olhos, também foste honrado, e eu te amei, assim dei os homens por ti, e os povos pela tua vida.” Isaías 43:4.
“Porque, como o jovem se casa com a virgem, assim teus filhos se casarão contigo; e como o noivo se alegra da noiva, assim se alegrará de ti o teu Deus.” Isaías 62:5.
“E veio a mim um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das últimas sete pragas, e falou comigo, dizendo: Vem, mostrar-te-ei a esposa, a mulher do Cordeiro. E levou-me em espírito a um grande e alto monte, e mostrou-me a grande cidade, a santa Jerusalém, que de Deus descia do céu.” Apocalipse 21:9-10.
A Bíblia ensina que Deus ama profundamente os seres humanos e de forma individual. Deus não apenas declarou o Seu amor por nós, Ele o demonstrou de maneiras muito poderosas. A maior delas, é claro, foi a cruz e o que nela aconteceu.
Deus seja louvado e bom dia a todos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário