Bom dia a todos. O tema de hoje é: “O Conflito do Cristão”.
O conflito ao qual Paulo se refere não é a batalha de todo homem. É a luta do cristão. Os seres humanos nascem em harmonia com os desejos da carne (Romanos 8:7), é somente quando nos tornamos cristãos que o conflito se inicia, porque o cristão é nascido do Espírito (João 3:6).
Não quer dizer que quem não é cristão não tem lutas. Tem. Mas se é um conflito moral, também é produzido pelo Espírito de Deus, mesmo naquele que não é cristão.
Porém, a luta do cristão, assume uma dimensão diferente pelo fato de ele ter duas naturezas que guerreiam uma contra a outra, a carne e o Espírito.
“Porque a carne milita contra o Espírito, e o Espírito contra a carne, porque são opostos entre si”. Gálatas 5:17.
Escrevendo aos Romanos Paulo falou da luta que ele travava com essas duas natureza. “Porque bem sabemos que a lei é espiritual; eu, todavia, sou carnal. Pois, não faço o bem prefiro, mas o mal que não quero, esse faço”. Romanos 7:14 e 19.
Há um segredo único para a vitória nesse conflito. Podemos encontrar a solução para o problema no Evangelho. Ao registrar as palavras de Jesus sobre a videira, João nos mostra a chave para a vitória.
Jesus disse: “Eu Sou a videira, vós, os ramos. Quem permanece em Mim, e Eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer”. João 15:5.
Para que as palavras de Jesus tenham efeito sobre nossa vida devemos observar Seu conselho: “Permanecei em Mim, e Eu permanecerei em vós”. João 15:4.
Tenham todos um ótimo dia.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário