Bom dia a todos. O tema de hoje é: “O desafio da transformação”.
O apelo de Paulo para a transformação, é baseado no exemplo de sua comunhão com o Senhor Jesus.
“Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo”. 1 Coríntios 11:1.
Paulo não se sentia acanhado ao convidar as pessoas para que o imitassem. Ele possuía convicção de que viva imitando o Senhor Jesus e por isso usou várias vezes o seu exemplo como algo a ser imitado.
O problema na Galácia não era comportamento antiético e nem mesmo estilo de vida pecaminoso. Os gálatas estavam dando mais importância ao comportamento do que à identidade com Cristo.
Cristianismo é Cristo. Cristão quer dizer um pequeno Cristo. Ou então um imitador de Cristo.
O que Paulo desejava mesmo era que os gálatas sentissem o que ele próprio sentia em razão de seu relacionamento com Jesus. E o que Paulo sentia? O maravilhoso amor de Deus, a alegria, a liberdade e a certeza da salvação que ele havia encontrado em Jesus.
O evangelho de Cristo deve transformar nossa vida de tal maneira que nossos sentimentos sejam os sentimentos da eternidade.
A convicção e Paulo por transformação era tão grande que ele afirmou em Romanos 12:2, “E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos…”.
Tenham todos um ótimo dia.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário