Bom dia a todos. O tema de hoje é: “Sofrimentos Antes da Glória.”
Qualquer pessoa que estuda o Antigo Testamento chega à conclusão de que o Messias deveria sofrer muitas coisas, para entrar na Sua glória.
Diversos personagens do Antigo Testamento também passaram pela experiência do sofrimento antes da glória. José, ficou mais ou menos 13 anos preso antes de se tornar o governador do Egito. Moisés, sofreu 40 anos com o povo de Deus antes de ver a glória eterna. Davi, Daniel também representam essa verdade.
O Novo Testamento apresenta essa convicção de forma contundente. Basta relembrar que o texto do Antigo Testamento mais citado no Novo é o capítulo 53 de Isaías, onde o Messias aparece como o Servo sofredor.
“Com julgamento opressivo ele foi levado. E quem pode falar dos seus descendentes? Pois ele foi eliminado da terra dos viventes; por causa da transgressão do meu povo ele foi golpeado. Foi-lhe dado um túmulo com os ímpios, e com os ricos em sua morte, embora não tivesse cometido qualquer violência nem houvesse qualquer mentira em sua boca. Contudo foi da vontade do Senhor esmagá-lo e fazê-lo sofrer, e, embora o Senhor faça da vida dele uma oferta pela culpa, ele verá sua prole e prolongará seus dias, e a vontade do Senhor prosperará em sua mão.” Isaías 53:8-10.
“Depois do sofrimento de sua alma, ele verá a luz e ficará satisfeito; pelo seu conhecimento meu servo justo justificará a muitos, e levará a iniquidade deles. Por isso eu lhe darei uma porção entre os grandes, e ele dividirá os despojos com os fortes, porquanto ele derramou sua vida até à morte, e foi contado entre os transgressores. Pois ele carregou o pecado de muitos, e intercedeu pelos transgressores.” Isaías 53:11-12.
Tenham todos um ótimo dia.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário